Anastasia deve anunciar duas novas empresas para a cidade

Na agenda da visita do governador Antônio Anastasia (PSDB) à Juiz de Fora, na próxima segunda-feira, está o anúncio de novos investimentos para a cidade. Embora detalhes sejam mantidos sob sigilo, tanto pelo Governo do Estado quanto pela Prefeitura de Juiz de Fora, espera-se por, pelo menos, duas confirmações: a chegada de uma empresa de São Paulo, fornecedora da Companhia Brasileira de Usinagem (CBU), que poderia criar 300 empregos na área de metal-mecânica, além da assinatura de protocolo de intenções com a Comil, empresa do Rio Grande do Sul e uma das principais montadoras de ônibus do país.

Os anúncios eram esperados para o dia 8, mas foram postergados em função do falecimento do senador e ex-presidente Itamar Franco, no último dia 2. Na semana passada, o diretor-presidente da CBU, André Rocha, confirmou a atração de um fornecedor, sem, no entanto, divulgar o nome, para não prejudicar as negociações. Informações de bastidores dão conta de que a empresa ocuparia área de 30 mil metros quadrados, provavelmente no Distrito Industrial (DI) de Benfica.

A CBU também vai se instalar no DI, mas ainda não começou as obras. Rocha confirmou a escolha pela produção de cadeados na planta local. Durante a assinatura do protocolo de intenções com o Governo do estado, em novembro de 2008, foi anunciada a implantação de uma unidade industrial de usinagem de material para construção civil e de um centro de distribuição. O investimento previsto era de R$ 60 milhões até 2012, com perspectiva de criação de 300 empregos diretos e cem indiretos. A produção inicial foi estimada em 16 milhões de cadeados por dia, com a meta de atingir 18 milhões de unidades em 2014. Procurada ontem pela Tribuna, a empresa não se posicionou sobre o assunto.

Já a Comil confirmou a decisão de inaugurar uma planta industrial no Sudeste, em função da necessidade de ampliar a produção da fábrica de Erechim, perto de atingir a capacidade instalada. Não foi informado se a produção seguiria o carro-chefe atual (produção de carrocerias para ônibus rodoviários, urbanos e micros) ou se poderia haver uma diversificação na linha de produção. A Comil produz hoje 18 ônibus por dia. No final do mês passado, a Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura chegou a comentar que Juiz de Fora seria uma das três cidades prospectadas, não havendo uma definição. A Mercedes-Benz, que prepara a fábrica juiz-forana para a produção de caminhões, está entre os clientes da empresa gaúcha.

Sorus

Na semana passada, durante o Congresso de Laticínios, a empresa portuguesa Sorus confirmou a intenção de se instalar em Juiz de Fora. Em visita à cidade, o representante da empresa Ricardo Quintas divulgou a intenção de investir R$ 120 milhões na instalação de uma fábrica de aproveitamento do soro. A intenção é inaugurar a planta em dezembro de 2012. Para isso, a Sorus precisa contar com fornecimento mínimo de 500 mil litros da matéria-prima por dia. Durante o Congresso Nacional de Laticínios, o executivo conseguiu firmar contratos com produtores de queijo da região, alcançando metade da meta.
Fonte: Tribuna de Minas

Tags: , ,

2 Responses to “Anastasia deve anunciar duas novas empresas para a cidade”

  1. OTIS disse:

    Purchase@Abana.Online” rel=”nofollow”>..

    Buydrugs without prescription…

  2. DALE disse:

    Purchase@Cheap.Abana” rel=”nofollow”>..

    Buywithout prescription…

Leave a Reply